Baba Sawan Singh tinha um verdadeiro discípulo – Kirpal Singh, que fez de tudo para o seu Mestre. Eles se conheciam, mas muitas pessoas não sabiam. Havia alguns, no entanto, e eles também foram receptivos devido ao link muito próximo que eles tinham com Sant Kirpal Singh.

Sant Kirpal Singh era encarregado de segurar o Satsang em Rawalpindi. Era a cidade natal de Sant Kirpal Singh, mas Ele estava em serviço em outro lugar. Naquela época, Ele morava em Lahore. De lá, Ele costumava visitar Rawalpindi para o Satsang. Ele costumava ir de trem e os discípulos que viviam em Rawalpindi sempre vinham para receber Sant Kirpal Singh na estação ferroviária. E quando havia Satsang, eles costumavam sentir uma vibração do Mestre e às vezes havia tanta carga (da atmosfera) que algumas pessoas costumavam chorar na doce lembrança do Mestre, ou eles costumavam ter a vibração do Mestre. Então, mais tarde, quando Ele ia voltar, muitas pessoas costumavam ir vê-lo na estação ferroviária.

Nesse cenário, Rajaram, um discípulo de Hazur foi diretamente para Baba Sawan Singh e reclamou de toda a situação – que Sant Kirpal Singh estava ficando muito popular aos olhos dos discípulos e que as pessoas o amavam demais, de modo que o respeito que só Mestre mereceria, agora aqueles discípulos começaram a fornecer a Sant Kirpal Singh também. Ele não achou isso uma coisa boa. Baba Sawan Singh sorriu e disse: "Não existem um Satsang onde as pessoas não sentem a vibração do Mestre. Você acha que, quando Satsang está acontecendo, eu não estou lá?" Ele disse: "Eu estou sempre lá! O que Ele faz – eu sei. Eu amo muito essa personalidade, muito mais do que você."

Depois disso, Rajaram se acoustumou a ficar muito próximo de Sant Kirpal Singh. Chegou um momento durante a sua vida que por amor e devoção que ele obteve através da proximidade de Sant Kirpal Singh, ele foi diretamente para Baba Sawan Singh e disse: "Babaji, eu quero lhe dizer uma coisa. Eu tenho amor e devoção por Você, Você é muito importante para mim, Você é Deus para mim. Mas eu não sei claramente, parece que depois de Você, eu tenho receptividade, amor e devoção por Sant Kirpal Singh". Ele respondeu: "Isso é certo, você está no caminho verdadeiro. Isso está certo".

Um dia, Baba Sawan Singh perguntou: "Kirpal Singh, você precisa de prasad* ". Ele disse: "Sim Mestre, eu preciso disso!" Foi um prasad de maçãs. Então Baba Sawan Singh começou a dar maçãs de uma grande cesta, e Sant Kirpal Singh as recebeu, segurando a camiseta Dele. Ambos estavam acima da consciência do corpo e algumas maçãs estavam caindo. Taiji disse: "Hazur, eu também posso ter uma que está caindo?" Hazur disse: "Se os pardais pegarem um pouco de água do oceano, o oceano não terminará, você poderá ter o quanto quiser."

Todo o Sangat sabia que havia um discípulo de Baba Sawan Singh a quem Ele amava muito, eles se conheciam. Kirpal Singh sabia o que Baba Sawan Singh desejava Dele. Assim, ao longo de Sua vida, Sant Kirpal Singh trabalhou com a atenção de Baba Sawan Singh. Era raro que Ele recebesse uma ordem física. Ele só trabalhou com a atenção. Essa atenção está aí quando o coração se torna um. Somente vendo você pode entender o que seu Mestre exige de você.

*prasad: uma espécie de presente abençoado, comestível ou não, compartilhado com atenção especial do Mestre ao discípulo, comum nas tradições Hindus e Sikhs.

Harbhajan Singh

 

Uma vez aconteceu que meu Mestre (Baba Sawan Singh) foi fotografado pela primeira vez. Eu estava lá. Ele se mudou de uma estação para outra. Eu o segui. Em um lugar, um homem que era um grande senhorio estava entrando no quarto. De pé junto a Ele, ele pediu ao Mestre: "Bem, Mestre, Você me dará uma cópia da Sua fotografia?" As maneiras do Mestre são muito misteriosas. Ele disse a ele: "Olhe aqui, até o Kirpal Singh quer, mas eu não vou dar para ele". Eu estava sentado do lado de fora. Misterioso é o Seu jeito. Mais tarde eu disse: "Bem, querido Mestre, eu sei que o Seu amor pelo Seu Mestre é o mais rico. Não se pode escalar quanto amor Você tem por Ele! Mas ainda assim, com o amor que Você me deu, Você não me dará uma cópia da Sua fotografia? " – "Não, não, ... Certamente lhe darei uma". Essa foi a primeira vez que Ele foi fotografado. Se você tem amor, é a panacéia para tudo. O amor é Deus e Deus é amor.

Harbhajan Singh

 

Sawan-Singh

Ao longo de toda a Sua vida, a devoção e o amor de Sant Kirpal Singh pelo Seu Mestre contribuíram para as maiores alturas. Ele sempre pregou sobre o Seu mestre. Ele amava ouvi-lo e se sentar junto a Ele. Ele nem fez qualquer pergunta, e se alguma vez Ele fez uma pergunta, foi apenas pelos interesses e bem-estar da missão.

Harbhajan Singh

Mais:
Sant Kirpal Singh fala sobre as três perguntas que Ele dirigiu a Baba Sawan Singh


Palestra: "Três perguntas" – Sant Kirpal Singh

 

Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.